polskaenglishportugues
As viagemes>>>
04.00 Península Hel, Cabo Rozewie 08.00 Mazury (navigação) 05.01 Ilha Bornholm (Dinamarca) 07.01 Portugal (á boleia) 11.01 Praga (Rep. Checa) 05.02 Lvov (Ucrânia) 07.02 Berezhany (Oesta Ucrânia), Odessa e Crimeia 07/08.02 Hungria, Bratislava (Eslovàquia), Viena, Brno (da bicicleta) 03.03 Kamieniec Podolski (Ucrânia) 03.03 Frankfurt/M. Berlin 06/07.03 Leisnig, Dresden (Saxonia - a trabalha), Berlin 11.03 Berlin (Radiohead) 06/08.04 Suécia - Norrbotten (Norrlands), Estocolmo, 08.05 Budapeste 08.06 Budapeste - Sziget Festival, 08.06 Mazury, 05.07 Romania, Bulgaria, Greece, 11.07 Iceland, 12.07 Sardenha, 01.08 Maiorca, 02.08 Malta, 02.08 Escócia, 03.08 Porto, Braga, Guimaraes, 03.08 Alicante, Elche, Murcia (E), 04.08 Madeira, 05.08 Bath, Stonehenge, 06.08 Edimburgo, 08.08 Barcelona, 08.08 Lake District, 10.08 Egito, Jordânia, Síria, 11.08 Escócia - Ille of Sky, 03.09 Lisboa, 04.09 Marrocos, 12.09 Cuba, 02.10 Peru, Bolivia, 03.10 Oxford, 04.10 Suíça, 05.10 La Rochelle, Nantes (F), 05.10 Helsinki, 08.10 Paris, 09.10 Argentina, Uruguai, 09.10 Irlanda - Cork, Kerry, 10.10 Lisboa, Coimbra, 11.10 México, Belize, Guatemala, 12.10 Quênia, 01.11 Catar, 03.11 Marseille, 04.11 Pisa, Florence (I), 04/05.11 Ghana, 05.11 Valencia, Madrid (E), O6.11 Marrocos 07.11 Inglaterra / Cornwall, 09.11 Amsterdam, 11.11 Lisboa, 12.11 Filipinas, 01.12 Hong Kong, Macau, Shenzhen, 04.12 Pisa, Bologna, Rome, 04.12 India - Ladakh, Kashmir, 05.12 Istambul, 06.12 Etiópia, 08.12 Uzbekistan, 04.13 Ucrania, 06.16 Marrocos e Andalucia, 08-09.13 Moscou,
algumos fotos...
Os viagemes são o meu paixað, em geral viajo em barato, Se queres saber algo mais sobre esto viajar - escreve-me. Travel broadens the mind, talvez o meu experiência pode ser útil. Gosto os excursãos da bicicleta ou nas mnothanas e viajar mais longe tais como em Portugal ou Crimea Peninsula (A Ucrania). Os meus mais importantes: excursãos em norte (Hel, Bornholm, Alandas Ilhas), viagem em Portugal e pela Ucrania, e em Hungria visto tambem Budapest, Lago Balaton, Bratislava (Eslovàquia), Viena e Brno (Rep. Checa) da bicicleta.


Mais (Links) sobre do barato viajar:
boleia: os relacaos: http://www.autostop.digimer.pl
algo sobre os motoristas etc. http://www.naszedrogi.pl, http://www.nastopa.pl,
A pagina sobre das baratas pernoitas: http://www.hospitalityclub.org
"As baratas linhas aéreas": http://www.skyscanner.com,
Abril 2000. Península Hel, Cabo Rozewie
Começou da canção de Sex Bomba - "Assim muito gostaria de ir em Hel". Agimos por impulso. Entramos ao comboio de noite em Cracóvia, a manhã estivemos em Gdynia, mais longe - ao comboio suburbano. A pernoita custou 6 PLN (1,5 EUR) - nao á temporada, dormimos nos pescadores, depois em Rozewie 5 pessoas e 2 saco-camas, dormimos no bosque de pinho perto da praia. Os ramos de pinho na terra, a fogueira (5 pessoas e 2 saco-camas) - eu, nao apanhei frio. Fantástico se levar e ouver o murmúrio das ondas e barcos de pesca.
Maio 2001. Ilha Bornholm (Dinamarca)
A próxima viagem na Primavera a norte, lá fomos via Sassnitz em Ilha Rugen (Alemanha), da Polónia, o mais bem de Szczecin, comprar Maklenburger Ticket no alemão comboio - bilhete para 5 pessoas e todos comboios além de expressos para uma região - Maklenburgen (40 DM, agora por volta de 30 EUR).
Bilhete de ferry de Sassnitz a Ronne em Bornholm custou 16 DM, mas é possível navegar livre. O condutor paga para todo carro independetemente de quantidade dos passageiros dentro. Na Dinamarca náo pode montar a tenda além de parque, mas náo á temporada pode montar a tenda em parque livre. Ninguém está lá empregado. É necesário ter os quentes saco-camas, ou dormir no fato. Esto é o norte. É visto - a flora diferenta de na Polónia. Vale a pena lá levar consigo a bicicleta, mas pode ir de autocarro em toda a parte - 8 DKK (1 EUR) - uma zona.>>
Julho 2001. Portugal (á boleia)
Via Cieszyn - Brno - Praga - Alemanha (Wocheende ticket) - Strassburg - Porto - Lisboa - Villar Formoso - Lyon - Mulhouse - Paris - Zgorzelec. Em a Espanha e Portugal nãu se viaja á boleia fácil. Na Rep. Checa - não durante feriados nacional e fim-de-semanas. Nos saiu bem ir de Besançon na França ao Porto com Octavio - muito simpático condutor (as saudações). Na Alemanha recomendo "Wocheende Ticket" - bilhete para 5 pessoas e todos comboios além de expressos para toda Alemanha nos fim-de-semanas (40 DM, agora por volta de 30 EUR).
Na fronteira com Espanha passámos todo o dia e tomámos o comboio na Polónia. Viajar á boleia - OK - conhesa se interessantes pessoas, traços característico dos habitantes, algumas vezes é necesário estar paciente em caminho... O mais bem estar ilimitado de tempo e não pretender atingirum objectivo o mais rápido possível (como nós em Portugal e de volta), Lo pode dar cabo. mais...
Novembro 2001. Praga (á comboio)
O mais bem comprar o bilhete á fronteira, lá 1 PLN (ou 8 CZK) para passar a fronteira, mais longe em Checa revisor (por volta de 280 CZK - 9 EUR), lo é o mais barato modo.
Julho 2002. Ucrânia, Crimeia
Lwow - Berezhany - Odessa - Bakchisaray - Sevastopol. A Ucrânia é barata em geral. A viagem de Lwow à Crimeia custou por volta de 80 UAH (15 EUR) para por volta de 1 800 km. (O mais barato bilhete de Bayonne a Mulhouse na França por volta de 1 000 km custou por volta de 60 EUR). Ir de Lwow, reservar um bilhete mais cedo é preciso ou tomar em consideração de ficar alguns dias - talvez vale a pena, Lwow é bonita cidade, ou ir da Polonia directo - lo é mais barato. A Crimeia fica na Ucrânia, mas maioria de habitantes são russos, falar ucraniano - algumas vezes sem tacto.
Eu especial recomendo Bakchisaray - a capital do Estado de Tatar - Chanat Crimeiano, e as gregas ruínas em Sevastopol em Chersonez Turyndzky, e génovana fortaleza em Balaklawa. O guia turístico de Adam Dylewski (Pascal) recomenda para pessoas habituados da oeste-europeu cozinha para que tomar mais muito de comprimidos "CARBONO"
O mais bem ir em Lwow de Przemysl, mais longe em Medyka a MINI-BUS (2 PLN - 0,5 EUR), passar a fronteira a pé e "MARSHRUTKA" (MINI-BUS) a Lwow (8 UAH - 1,3 EUR), ou directo de Przemysl a autocarro PKS (15 PLN - 3,5 EUR) - mas então ficar na fronteira alguns horas é possível. Directo a comboio toma longe tempo (70 km de Przemysl a Lwow - a comboio 4 horas - a diferenta largura de caminhod-de-ferros nos país de União Sovietico, e cambiar toma tempo...) Uma pernoita em Lwow costa normalmente 5 USD. Voltar na Polónia se pode a MARSHRUTKA de perto da Estação de caminho-de-ferro.
Em Berezhany fomos 2 semanas - a prática dos estudos. A hospitalidade dos habitantes foi grande, jogámos juntamente ao futebol e basquetebol... Fomos a atracção. Interessante cidade, pequena praça, ruínas do castelo, clube desportivo "Łysonia" (IV divisão), lá inventariámos o este parte do castelo (ver projetos), mais de Berezhany e antigos polacos espaços de leste aqui: http://www.brzezany.prv.pl e http://www.kresy.w.pl

Buczacz - Municipal Rococo
O mais bem ir em Berezhany a autocarro de Tarnopol, ou de Lwow (mas de lá va somente um autocarro por dia). Os autocarros não estáo em bom estado técnico, transformado a gás. 4 botijas de gás em telhado e fina mangueira por centro de traseiro vidro ao motor, mas pretendem atingirum objectivo. Nos arredores vale a pena ver Buczacz (Municipal de 1755 - Rococo e outras atracções, cidade do avô de S. Freud), Jaremcze (e todas Czarnohory - montanhas com antigos polacos significos de trajectos) e Stanislawow (Ivano-Frankivsk).

Stanislawow (Ivano-Frankivsk) - Municipal Art Deco
Julho, Agosto 2002. Hungria, Eslovàquia, Viena e Brno (à bicicleta)
A rota: Piwniczna (PL) - Poprad (SK) - Roznava (SK) - Szilvasvarad (H) - Eger (H) - Gyongyos (H) - Vac (H) - Szentendre (H) - Budapeszt (H) - Szekesfehervar (H) - Balatonaliga (Balaton - H) - Tihany (H) - Vesprem (H) - Gyor (H) - Bratislava (SK) - Viena (A) - Laa (A/CZ) - Brno (CZ) - Cieszyn (CZ/PL). >>>
Antes de tudo gostaria de dizer de tomar lo emocionado, as bicicletas não se estragam frequentemente em rota - somente o azar. Saber se colar uma câmara-de-ar é necesário. Então: a bicicleta (com saco de porta-bagagem), tenda, câmaras-de-ar de reserva e algumas chaves e em rota! E a capasidade física - não problema, nós tambem não preparámos-se para lo e fomos 100 km a dia. À bicicleta é possível de deixar um centro de cidade rapidamente e montar a tenda. E Viena, esto é a grande cidade para visidar a pé, à bicicleta - óptimo. mais...
Inne linki: